quarta-feira, 2 de maio de 2012


REPUBLICO A NOTICIA DO FALECIMENTO DO CL FALEIROS, OCORRIDO EM 18/11/2011, TRATANDO-SE DE MATÉRIA PUBLICADA NA ÉPOCA, COMO UMA HOMENAGEM PÓSTUMA E UMA LEMBRANÇA ETERNA DESTE GRANDE LEÃO, A QUEM SUCEDI NA PRESIDÊNCIA DO CIRCLE-LP, EM 2007. ETERNA SAUDADE. ZAPAROLLI. P.S. ACRESCENTO AO TEXTO QUE FOI UM GRANDE LIDER DO LEONISMO NACIONAL.




SAUDADE 
Morre aos 82 anos com problemas no coração o radialista Garcia Neto
r
Garcia Neto foi velado no São Vicente Paulo até 13 horas de hoje
Morreu ao início da tarde de ontem, sexta-feira, 18/11/2011, em sua residência, José Reynaldo Nascimento Faleiros, conhecido Garcia Neto, empresário de comunicações e um dos nomes referenciais do radialismo do interior do País. Submeteu-se há alguns meses a cirurgia contra um câncer, vinha se restabelecendo bem e comparecendo a exames periódicos. Ontem, segundo informações de sua família, almoçou e, como fazia diariamente, foi a um cochilo em sua cadeira de balanço favorita. Não acordou. Tinha 82 anos.
Foi um dos diretores das Emissoras Associadas de São Paulo, rede à qual se afiliava a PRB-5 – Rádio Club Hertz de Franca, uma das mais antigas emissoras de rádio AM do Brasil. Transferiu-se a Franca para comandar o prefixo. Com forte vocação para o rádio, tornou a emissora um centro de produção de informação jornalística, estimulou coberturas externas e criou vários programas de auditório, popularizando a PRB-5. Mais tarde, por concorrência pública, tornou-se proprietário do prefixo e o comandou até o governo declará-lo perempto e lacrar seus transmissores. Brigou pela reabertura mas não conseguiu retomar o prefixo PRB-5, que considerava histórico. A rádio retornou como Rádio Hertz, exatamente a emissora que viria a tornar-se propriedade do atual Prefeito Sidnei Rocha. Também foi sócio-diretor de emissora de rádio em Ribeirão Preto.
Era natural de Capetinga (MG). Teve 55 anos de casamento com Thereza Aparecida Nascimento Faleiros a quem deixa viúva. O casal teve 3 filhos (Flávia, José Reynaldo Filho, casado com Simone; Flávio, casado com Carla), 9 netos (Cauê, Aina, Nôa, Uri, Gabriel, Pedro, Maria Rita, José Flávio, casado com Júlia Nightingale, designer-chefe do GCN Comunicação, e Nahema), e 2 bisnetos (Caio e Sophia).
Após a aposentadoria tornou-se cronista – colaborou por anos com os cadernos de artes e letras do jornal Comércio da Franca – e pesquisador da história do rádio no Brasil. Reuniu, inclusive, extensa documentação que comprova ter sido a PRB-5, a terceira emissora de rádio a ser implantada no interior do País. Ultimamente, vinha publicando textos de conteúdo crítico na página de Opinião e Debate do Comércio. Também estava integrado a grupo de cidadãos que luta para estimular o governo federal a incluir no currículo escolar brasileiro o que considerava “certeza histórica de que o Padre Landell de Moura, gaúcho, foi o primeiro a conseguir e praticar a transmissão de ondas hertzianas e, porisso mesmo, deve ser considerado o verdadeiro inventor do rádio muito antes de Marconi haver patenteado criação similar”.
Um dos ex-gerentes da PRB-5, jornalista Luiz Carlos Facury, disse que Garcia Neto “era homem de comunicação nato. Amava o rádio, sabia do potencial do veículo como instrumento de lazer e informação e dedicou-se a tornar a emissora um recurso público com o qual as pessoas pudessem contar, tudo isso em tempo em que televisão não havia e jornal era consumido ainda por poucas pessoas.”
O corpo de Garcia Neto está sendo velado no São Vicente de Paulo e será trasladado às 13 horas de hoje para Jaboticabal, onde aguardará providências de praxe para ser cremado na próxima segunda-feira.

Nenhum comentário: